Direito, Faculdade e Dicas, Livros

O primeiro livro que li na faculdade de direito

Quando eu entrei na faculdade de direito (2019) eu não sabia o que esperar, só sabia que todo mundo me dizia que eu teria que ler muito e automaticamente fiquei com medo, eu gosto de ler mas e se eu gostasse de ler só coisas específicas e não me interessasse pelos livros que deveriam ser lidos na faculdade. O direito não era minha primeira opção, entrei na faculdade completamente indecisa se era aquilo ou não que eu queria para a minha vida. Com isso no primeiro dia de aula já foi passado um livro para ler, curto e breve mas não deixa de ser um livro, O caso dos exploradores da caverna. Esse livro é muito encontrado nas faculdades de direto, e é quase que impossível você passar por ela e não ter lido ou nem ouvido falar da obra, é uma forma de introdução ao direito para os alunos que é muito usada.

O que acontece no livro? A princípio eu indico que você leia o livro, é muito fácil encontrá-lo em PDF, digite o nome do livro do Google que certamente vai encontrar. Mas a princípio um grupo de exploradores de cavernas entram em uma caverna que mais para frente, acontecerá um fenômeno que resultará em a entrada e saída da caverna estar totalmente fechada por pedras. Ainda existe uma comunicado através de uma espécie de rádio que ficou lá dentro para se comunicar com aqueles que estão fora. Logo já começa os trabalhos de salvação dos exploradores, mas a situação se torna difícil é mesmo com a pregação de dinheiro e trabalho, eles percebem que as pedras não sairiam da li tão fácil, logo os exploradores começam a ficar preocupados já que são informados que não saíram da li tão rápido. Sem comida, um deles pergunta a um grupo de médicos através do rádio se eles conseguiriam sobreviver dez dias sem comida, e os médicos então respondem que não, o explorador em questão fica pensando por alguma horas e pede aos seus colegas que fale novamente com o médico, e ele solta o seguinte questionamento “E se a gente consumir o corpo de um de nós, poderíamos sobreviver até que nos resgatem?”, os médicos então ali fora conversaram e deram a resposta positiva ao explorador. Logo, o mesmo conversa com seus colegas, e diz que para decidir quem irá morrer para benefício dos outros seria através de um sorteio. Depois de muito pensar, eles resolveram fazer o tal sorteio, e para o azar do explorador (o que propôs a solução) ele foi sorteado, então futuramente eles mataram ele é consumiram seu corpo. Após finalmente saírem da caverna, eles faliram acusados de assassinato.

Dentro do livro existe vários argumentos e teses que são apresentados para ambos os lados, e você ? Qual lado defenderia? Assassinos ou não ?

PS: Esse post não é nenhum resumo do livro, mas minha proposta é que você se interesse e procure ler a obra por inteiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s