Direito, Faculdade e Dicas, Filmes

O primeiro filme que vi da faculdade de direito

O primeiro filme que eu assisti na faculdade correspondia a matéria de Psicologia Jurídica que certamente é uma das matérias que eu mais amo. Foi passado para a gente assistir logo na primeira semana de aula o filme 12 homens e uma sentença (1957), esse filme pode ser encontrado facilmente no YouTube, porém ele está em preto e branco.

O filme se trata do caso de um garoto de 18 anos que aparentemente matou seu pai com uma faca. Após uma audiência longa, 12 jurados entraram em uma sala com o propósito de decidir se o garoto morreria na cadeira elétrica ou viveria inocentado. 11 jurados tinham a plena certeza de que o garoto era culpado, mas um deles não estava tão certo disso. Ao decorrer do filme é apresentado esse único jurado (jurado número 8) que não queria taxar o réu como inocente ou culpado sem ter certeza tentando dialogar com os outros, aberto a ouvir os argumentos e ter certeza de sua escolha. Conforme se passa o filme, o jurado 8 vai convencendo pouco a pouco a bancada de jurados até que não sobre nenhum que acredite que ele era culpado, no qual isso é o mais interessante do fio-me, todos tinham a plena certeza de que o réu era culpado e o jurado número 8 teve a capacidade de convencimento. No final das contas o réu foi inocentado.

PS: Esse post não é nenhum resumo é apenas um texto que tem como principal finalidade que você se sinta interessado a assistir o filme, por isso não foi apresentado de que forma que o jurado (8) conseguiu convencer seus demais colegas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s